ESTRELA GUIA NF: INFÂNCIA....LINDA DE MINHA VIDA....

tetp

slide

Venham se cadastrar!

INFÂNCIA....LINDA DE MINHA VIDA....




MINHA INFÂNCIA
Minha infância perdeu-se no tempo
Que sei nunca mais voltará.
Deixou-me castelos no ar
E hoje vivo somente a sonhar.
Sonho acordada com o que se foi
Como se de novo me pudessem voltar
Aqueles momentos puros, felizes,
De criança inocente só querendo brincar.
Brincar de roda... de boneca,
Cantando pra elas cantigas de ninar,
De passar anel, de pique de esconder,
De cabra-cega, maré e corda, pular.
Andar de bicicleta, rodar pião
Bolinhas de gude com meninos jogar
Brincar de chicotinho queimado,
Jogar peteca e até pipas soltar. .
Subir nas árvores e muitos frutos pegar
Andar descalça e chuva apanhando,
Fazer barquinhos pra correnteza levar,
Depois ouvir meu pai comigo zangando:
“- Entra menina... assim você fica doente!
Não vê que está toda molhada!
Vem depressa seu corpo enxugar
E, também, seus loiros cabelos secar...”
Ah! quanta saudade me vem
Da minha infância feliz e agora,
Só me restam as lembranças
Para com elas ainda poder sonhar!
Renée Ribeiro de Almeida



Vida minha
Que a vida me deu
Nesta vida inteirinha
De vida vivida
Amadurecida.
Vida com amor
Vida de esplendor
Pois tudo vivido
Tem valor.
Sem esta de dor
De pensamentos
Que for.
Pensamentos alegres
Vida, Fatos e atos
Vou tecendo
Em relatos.
E escrevendo
Vou revivendo
Esta minha jornada.
Nada e ninguém
Vai mudar
Minha vida de amor.
Esta vida minha
Seja lá por onde eu for.

Texto de Nancy - 10 de setembro de 2009 as 4 e 30 horas


Que maravilha, lembrar...lembrar de ter sido criança um dia...e com vontade de ser sempre...
Sentir dentro do peito afetividade, por familiares que vejo e dos que não vejo mais...
mas todos estão dentro de meu coração.
Lembrar de meus queridos amigos da infância, juventude... que saudades....em Bambuí MG, minha terra natal.
Mas com uma alegria de ter amado todos....de ter brincado com todos... e de ter tido tão lindos momentos.
Pode parecer saudosismo...pode...mas não faz mal a ninguém
Só alegria e saudade.
Nancy Neide F
Postar um comentário