ESTRELA GUIA NF: REFLETINDO*NUNCA ESTAMOS SÓS*...

tetp

slide

Venham se cadastrar!

REFLETINDO*NUNCA ESTAMOS SÓS*...





Nem sempre sentirás ao teu lado
os amigos que velam por ti.
Não sintonizado com eles, por força de tuas inquietações,
terás a impressão de que te encontras abandonado.
Movimentar-te-ás, então, como autômato,
de um problema para outro,
sem soluções adequadas, sentindo-te inseguro.
Apenas tuas ondas mentais não se interligam
com as deles, como um rádio,
cujas antenas maldispostas,
não permitem uma transmissão perfeita.
Interferências de outras mentes,
afinadas com o teu lado inferior,
provocarão sempre essas sensações de abandono,
de angústia, de medo.
Benfeitores por ti oram. É preciso que ores também.
Amigos espirituais estendem-te, pressurosamente, as mãos.
É necessário tocá-las, estendendo as tuas, através da prece.
Quando, pois, as impressões infelizes
te assaltarem a mente e o coração, não as alimentes,
detendo-te nelas, como quem teima em provar
um fruto que já se sabe amargo...
Recolhe-te em oração.
Refugia-te no templo de tua própria consciência,
já iluminada pelo conhecimento da Verdade,
e entrega-te a Deus.
Ouve, na acústica da alma, a afirmativa do Senhor Jesus:
"Não vos deixarei órfãos." (João XIV, 18)
Ele, o nosso Irmão Maior, jamais nos abandonará.
Preciso é que não o abandonemos, também!
Recolhido em silêncio e prece, logo sentirás
a presença de teus Amigos Espirituais,
que inspirarão soluções, clareando-te a marcha.
Uma grande paz te cercará e irá penetrando,
devagarinho, todo o teu ser.
Asserenado verás, então, que não é difícil vencer a luta.
Acalma-te! E pelos caminhos da serenidade,
ouvirás a voz do Mestre, repetindo aos teus ouvidos,
as palavras que sustentaram os discípulos de todos os tempos:
"Não se perturbe o vosso coração!" (João XIV:1)

Brunilde Mendes do Espírito Santo / Icléia (espírito)

Nunca estamos sós.
Quão consoladora é esta afirmativa.
Porque ela fortalece nossa compreensão
e aconchega nossos receios mais íntimos.

Nunca estamos sós.
Basta que, para tanto, nos coloquemos
em condição de sermos amparados.
Pois, com certeza, o socorro sempre vem.

Se, durante esta semana,
e nas demais que hão de vir,
você se sentir mais fragilizado,
que você possa imediatamente
se amalgamar, através da prece,
com todos estes amigos espirituais
que velam e cuidam de você.

E em agindo assim, você se perceba amparado
e, em conseqüência, encorajado e muito amado.
Postar um comentário