ESTRELA GUIA NF: REFLETINDO*ESCOLHA O MELHOR...*

tetp

slide

Venham se cadastrar!

REFLETINDO*ESCOLHA O MELHOR...*

ESCOLHA O MELHOR
Quem fecha os olhos imagina o mal; e quem morde os lábios o executa.Prov. 16:30
Quem fecha os olhos ao dever espiritual, imagina o mal por desconhecer os frutos do bem.
No esforço pela conquista do bem e pela limpeza que se deve fazer por dentro é necessária a tranqüilidade.
Quem deseja iluminar-se por dentro tem de sacrificar muitas ilusões que carrega como virtudes.
A facilidade de tornar-se odiento é evidenciada pela face que expressa o que pensa.
Se já se acostumou a irradiar o ódio, procure com urgência sua modificação, porque o ódio atrai ódio e gera violência; gaste a sua energia doando amor, que gera caridade.
Não deve imaginar paixões inferiores por ser um gasto de energia divina em várias inferioridades; as virtudes gastam menos fluidos e ajudam mais, ainda deixando no templo do pensante o conforto e a paz.
Quem descobre os poderes que tem e sabe usá-los, começa a dar passos para uma vida feliz; quem ajuda sem exigências é consciente dos seus caminhos para a tranqüilidade imperturbável.
Quem sofre por ver os outros errando, se encontra envolvido pelos mesmos sentimentos inferiores, por vezes sem saber.
Cuide de si mesmo, no que toca à moral, que estará ajudando a todos.
Pacifique os impulsos e modere a sua fala em todos os assuntos, que o silêncio, vivendo o bem, ensina com mais segurança. O seu comportamento fala mais alto que o verbo.
A serenidade nasce no respeito dos direitos alheios e o amor sustenta o ambiente da fé e da tranqüilidade.
A escola maior para todas as criaturas são as leis de Deus, que se expressam em toda parte; basta saber estudá-las.
Não esqueça de orar todos os dias, sem fanatismo, que a prece abre caminhos para a inspiração com a Divindade.
Não se deve fechar os olhos ante a luz do saber, que a sabedoria e o amor se fazem em duas asas que nos levam ao reino da luz.
DO LIVRO: Gotas de VerdadePELO ESPÍRITO: CarlosPSICOGRAFIA: João Nunes Maia
Postar um comentário