ESTRELA GUIA NF: REFLETINDO*VIBRANDO NO BEM*

tetp

slide

Venham se cadastrar!

REFLETINDO*VIBRANDO NO BEM*

Imagens, Mensagens, Frases e Vídeos - Flores - Orkut

MeusRecados.com - Recados e Imagens de Flores para Orkut




A dimensão do Bem

Quem em sã consciência, pode avaliar a dimensão
que um ato de bem pode alcançar?
Muitos são os que deixam de praticar um ato
de bondade, alegando que o que tem a oferecer é
tão pouco, que não faria diferença nenhuma a
quem quer que fosse o beneficiado, alega esperar
adquirir melhores condições, para praticar qualquer
ato de caridade, e muitos acabam por passarem toda
uma existência, sem que tenham aproveitado as oportunidades que a vida lhes oferece em
abundância, para o seu engrandecimento espiritual.
Para se ter uma idéia de como um ato de bondade,
por menor que pareça, é de muita importância,
ilustro abaixo uma estória, que traz no seu
bojo um profundo ensinamento.
"Conta-se que depois de desencarnar, um homem,
cuja existência na Terra, fora marcada pela impiedade, ganância, violência, entre outros sentimentos menos felizes,
navegava nos planos inferiores da vida
espiritual, por muitos anos, colhendo nos umbrais
os frutos mal plantados durante sua vida terrena.
Encontrava-se em um poço do qual não conseguia
sair, e era constantemente atormentado por
entidades infelizes, que não permitiam que ele
esquecesse do que havia plantado quando ainda
encarnado, por estes motivos, encontrava-se
vencido pela exaustão, cansado de tanto sofrimento,
e durante um dos raros momentos de paz,
começou a meditar sobre se realmente existia Deus,
pois quando em vida na Terra, jamais cogitára
sobre Ele, e assim pensando, perguntou a si mesmo,
será que Deus existe? e alimentando essa idéia,
fez o seguinte pedido:
- Deus, se realmente o Sr. existe, salve-me
deste tormento, tire-me deste poço.
Colocou em seu apelo, tamanha sinceridade,
que logo avistou um amigo espiritual,
nimbado de luz, a lhe auxiliar.
- O que queres meu irmão? - perguntou a entidade.
- Gostaria muito de sair deste poço, no qual me
encontro por muito tempo.
E o anjo, então lhe disse:
- Amigo, lembre-se de algum ato de bondade que
você tenha praticado em vida, e o socorro lhe virá.
Aquele ser em sofrimento, pensou, pensou, mas não conseguiu se lembrar de qualquer ato que tenha
praticado em favor de alguém.
Então desiludido disse:
- Durante toda a minha vida, tudo o que fiz, foi
pensando em mim mesmo, maltratei, humilhei,
e nunca estendi a mão a quem quer que fosse,
fui um homem muito ruim, hoje entendo o
porque do meu sofrimento.
Porém, o anjo que ali estava, ainda insistiu.
- Esforce-se um pouco mais, há de se lembrar de
algo, para que possa se salvar.
Pensando um pouco mais, o homem sorriu um
sorriso triste, e logo parou.
O benfeitor lhe notou o gesto, animando-lhe a
contar o que havia lembrado.
Este porém, disse que era algo tão sem importância,
que tinha vergonha de classificá-lo como um bem.
Mas com a insistência em ouví-lo, por parte do
benfeitor, de cabeça baixa, assim relatou:
- "Certa vez, caminha eu pela rua, quando me
deparei com uma aranha, ergui o pé, com o intuito
de matá-la esmagada, mas alguma coisa me fez
pensar que nada ganharia com aquele ato,
então resolvi deixar a aranha viver".
E quando levantou a cabeça, não mais encontrou o benfeitor, porém uma luz se fez na entrada do poço,
e para sua surpresa, uma enorme aranha tecia um
fio bem grosso, que chegou ao fundo, permitindo
que o mesmo se agarrasse a ele e subisse até a saída."
O Cristo nos garante a colheita cêntuplicada de cada semente semeada, portanto devemos saber escolher as sementes, ninguém tem tão pouco que não possa dar
algo a alguém, porisso posso afirmar com toda minha convicção, quando praticar algum bem, ponha neste ato toda a bondade de seu coração, pois com certeza,
a exemplo do que aconteceu na estória, o verdadeiro beneficiado é quem a pratica.

( João Prezado )
Postar um comentário